Brasil tem a sexta moeda que mais perdeu valor frente ao dólar em 2020

Com desvalorização anual de 22,4%, a moeda brasileira fica atrás da de seis países: Angola, Argentina, Zambia, Seychelles e Venezuela

Notas de real:
Notas de real: Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

CNN Brasil Business

Ouvir notícia

 

O real foi a sexta moeda que mais perdeu valor em relação ao dólar em 2020, numa lista com 121 países, segundo ranking da Austin Rating.

Com desvalorização anual de 22,4%, a moeda brasileira fica atrás da de seis países: Angola, Argentina, Zambia, Seychelles e Venezuela. Todos eles já passavam por momentos econômicos delicados antes da pandemia. 

Nesta quarta-feira (30), último pregão do ano, a moeda americana replicou o movimento que teve ao longo do ano todo: Em uma única sessão, subiu, caiu e andou de lado.

No fim, subiu levemente 0,17% para R$ 5,1915 apesar do otimismo no exterior com vacinação contra Covid-19 e pacote econômico nos Estados Unidos. Com isso, a divisa acumulou alta de mais de 29% e, 2020.

Leia também:
Desalinhamento cambial persistirá em 2021 após tombo do real em 2020
Rombo primário em 2020 virá menor em meio à empoçamento de R$35 bi, diz Tesouro

A montanha-russa cambial se deu por uma série de motivos, mas o principal deles foi a eclosão da crise sanitária mundial. “No começo do ano, não tínhamos ideia do que estava por vir. A pandemia mudou o cenário completamente”, afirma Sérgio Zanini, gestor da Galapagos Capital.

De fato, os economistas previam no boletim Focus de janeiro que o câmbio encerraria em R$ 4,09. Nada mais longe disso. No auge das incertezas, o dólar chegou a ser cotado a R$ 5,90, o que fez com que economistas, como André Perfeito, vislumbrassem que encerraria o ano em R$ 6.

Veja o ranking completo com os 121 países:

 

Mais Recentes da CNN