Cada R$ 1 investido em publicidade gera R$ 8 para o PIB, diz estudo

Em 2020, setor movimentou R$ 49 bilhões e foi responsável por acrescentar R$ 418,8 bilhões à economia

Em 2020, na pandemia, brasileiros chegaram a assistir, em média, a 1h40 a mais de TV por dia
Em 2020, na pandemia, brasileiros chegaram a assistir, em média, a 1h40 a mais de TV por dia Erik Mclean/Unsplash

Juliana Eliasdo CNN Brasil Business

em São Paulo

Ouvir notícia

Para cada R$ 1 investido em anúncios publicitários no Brasil, outros R$ 8,54 são gerados na economia brasileira como um todo. É esta uma das principais conclusões de um estudo feito pela consultoria Deloitte sobre os impactos gerados pela indústria da publicidade, a pedido do Conselho Executivo das Normas-Padrão (CENP).

Isso significa que, em 2020, os R$ 49 bilhões que o setor movimentou foram responsáveis por acrescentar R$ 418,8 bilhões ao Produto Interno Bruto (PIB) do país. É o equivalente a 6% do resultado do ano.

A publicidade continua sendo também uma intensiva geradora de empregos. Em 2019, dados mais recentes da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), a publicidade empregava mais de 400 mil pessoas, direta ou indiretamente.

Eram 196.310 pessoas trabalhando diretamente no setor, ou seja, em empresas que têm toda a receita ligada a anúncios ou à atividade da publicidade, como agências, produtoras de comerciais, rádio e TV aberta.

Indiretamente – empresas que têm parte da receita vinculada a anúncios –, eram outros 239.060 empregos. Jornais, revistas, cinemas, TV por assinatura e desenvolvimento de aplicativos são algumas das atividades consideradas.

“Melhores resultados do PIB estimulam a atividade econômica e novos investimentos, o que alimenta um ciclo de crescimento que incentiva ainda mais os investimentos publicitários”, afirma o relatório, entitulado “O valor da publicidade no Brasil”.

Queda na pandemia

Em 2020, durante a pandemia, os brasileiros chegaram a assistir, em média, a 1h40 a mais de televisão por dia – 7h24 horas de televisores ligados por dia em cada domicílios em abril do ano passado, ante a média de 6h17 em 2019.

Ainda assim, foi um ano de corte de custos tanto dentro das agências quanto nas empresas dos mais variados setores que recorrem a elas para fazer suas campanhas, e o resultado foi uma queda expressiva no setor.

De acordo com dados da Kantar Ibope Mídia compilados pelo estudo, os investimentos em mídia publicitária saíram de R$ 54,3 bilhões em 2019 para R$ 49 bilhões em 2020, uma queda de 9,8%.

“Para 2021, o mercado de publicidade espera a continuidade de uma retomada leve, acompanhando o ritmo da recuperação da atividade econômica.”, diz o relatório.

“Os efeitos socioeconômicos provocados pela pandemia devem gerar impactos no poder de consumo da população e, consequentemente, na publicidade. No entanto, esses efeitos ainda estão rodeados de muitas incertezas.”

Mais Recentes da CNN