Carteira Inteligente: Como lucrar com o sobe e desce do mercado financeiro

Desde o início da crise, a volatilidade da bolsa praticamente quintuplicou, mexendo com os ânimos dos investidores. Saiba como aproveitar desse momento

Do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Enquanto uns correm da volatilidade, outros enxergam o sobe e desce da bolsa como uma oportunidade para maximizar ganhos. E, por enquanto, essa instabilidade está longe de acabar graças a tantos problemas somados: a pandemia do novo coronavírus que só cresce no Brasil, tensões diplomáticas entre EUA e China, disputas no campo do petróleo e, claro, as brigas políticas em Brasília.

Desde o início da crise, a volatilidade da bolsa praticamente quintuplicou. O Ibovespa, que é o principal índice da bolsa brasileira, costumava ficar historicamente em torno dos 20%, subiu para 100% nas contas da gestora Constância Investimentos.

Então, é hora de fugir da bolsa? Não necessariamente. Há oportunidades que podem ser aproveitadas por investidores profissionais e até mesmo para os que estão começando agora. É o que mostra o novo episódio do Carteira Inteligente, comandado pelo diretor do CNN Brasil Business, Fernando Nakagawa.

Leia mais:
Não quer depender do INSS? É hora de pensar em fundos de previdência
Top 5: os melhores e piores investimentos em tempos de pandemia

“A pessoa precisa entender e estudar o ativo antes de entrar”, diz Rodrigo Vaz, diretor de private banking do Banco Fator. “Há empresas que saem da crise mais rápido e outros de maneira mais devagar e, se a pessoa não tem conhecimento, pode ir atrás do gerente do banco ou do agente autônomo. Dessa maneira é possível encontrar boas oportunidades de ativos.”

Mas quais são as dicas do que olhar nesse momento? Tanto Vaz, quanto Alberto Amparo, analista de investimentos da casa de análises Suno Research e outro convidado do programa, afirmam que as ações são uma ótima saída para se ter bons retornos. Mas, claro, é preciso estudar bem antes de escolher qualquer uma dentre as diversas opções listadas na bolsa brasileira.  

“A primeira recomendação precisa ser que a pessoa compre ativos que ela entenda. É a regra número zero”, diz Amparo. “Olhe as evidências, quanto se tem o retorno sobre o capital e Invista no longo prazo e seja paciente.”

Para saber mais dessa e de outras dicas, confira o novo episódio do Carteira Inteligente por vídeo ou por meio do podcast abaixo. 

Clique aqui e siga o perfil do CNN Brasil Business no Facebook

Mais Recentes da CNN