Casa própria: Bolsonaro diz que Caixa vai dobrar prazo para atraso em prestações

Segundo o presidente, limite para o atraso será ampliado para quatro meses

O presidente Jair Bolsonaro fala a jornalistas na saída do Palácio da Alvorada
O presidente Jair Bolsonaro fala a jornalistas na saída do Palácio da Alvorada Foto: Reprodução - 14.mai.2020/CNN

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, na manhã desta quinta-feira (14), que a Caixa Econômica Federal irá ampliar o prazo para interrupção do pagamento de imóveis.

Dirigindo-se aos jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, ele comentou que ligou, hoje, para Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica, e este informou que aumentará para quatro meses o tempo que os clientes poderão atrasar o pagamento.

Assista e leia também:
Bolsonaro: ‘Vai faltar dinheiro para pagar servidor público’
Bolsonaro extingue embaixadas na África e no Caribe criadas em governos do PT

“2,3 milhões de clientes da Caixa Econômica que pagam casa própria pediram para pausar o crédito. Como regra, a Caixa permitia o atraso até dois meses. Resolveu prorrogar por mais um mês, para três meses”, disse Bolsonaro. “Conversei com ele [Pedro Guimarães] agora e ele disse que vai aumentar para quatro meses.”

Segundo o presidente, não adianta apenas prorrogar, pois quem perdeu o emprego e teve redução de salário não consegue pagar a prestação. “O que está sobrando de dinheiro tá sendo para comida”, disse ele.

Mais Recentes da CNN