Cemig diz que conselho aprovou venda de participação na Light em oferta pública

Com o movimento, a Cemig deixaria de ser acionista na Light, empresa da qual já foi controladora e na qual possui atualmente 22,6% de participação

Luciano Costa, da Reuters

Ouvir notícia
Logo da elétrica Light em painel na B3, em São Paulo (25.jul.2019)
Foto: Amanda Perobelli/Reuters

A estatal mineira Cemig informou que seu conselho de administração aprovou a venda de cerca de 68,62 milhões de ações ordinárias detidas pela companhia na elétrica fluminense Light.

A operação será realizada em meio a uma oferta pública de ações a ser promovida pela Light, na qual a companhia buscará a distribuição primária também de 68,62 milhões de ações ordinárias, explicou a Cemig em comunicado nesta quinta-feira (7).

Leia também:
Quem comprou ação no pior dia da crise ganhou até 466% em 2020; veja a lista
‘Brasil quebrado’: veja situação das contas públicas e opinião de especialistas

Com o movimento, a Cemig deixaria de ser acionista na Light, empresa da qual já foi controladora e na qual possui atualmente 22,6% de participação.

O comunicado da Cemig confirma notícia publicada pela Reuters na véspera, com informações de fontes, segundo o qual a Light preparava uma oferta de ações de mais de 3 bilhões de reais, na qual a Cemig aproveitaria para vender seus papéis.

Mais Recentes da CNN