China penaliza autoridades locais por falsificação de dados econômicos

Escritório Nacional de Estatísticas da China encontrou violações de dados em 2020 e 2021 após realizar inspeções em várias cidades

Bandeira da China em prédio com letreiro do Escritório Nacional de Estatísticas em Pequim
Bandeira da China em prédio com letreiro do Escritório Nacional de Estatísticas em Pequim 12/08/2019. REUTERS/Huizhong Wu

da Reuters

Ouvir notícia

A China puniu várias autoridades locais com rebaixamentos ou demissões por falsificação de dados econômicos, disse o departamento de estatísticas do país nesta sexta-feira (27), como parte de um esforço para conter a fraude de dados à medida que a economia vacila.

O Escritório Nacional de Estatísticas da China encontrou violações de dados em 2020 e 2021 após realizar inspeções em várias cidades — Xingtai, na província de Hebei; Jiaozuo, na província de Henan; e Bijie e Anshun na província de Guizhou —, informou o departamento em comunicado em seu site.

As autoridades de Hebei puniram 45 funcionários em Xingtai depois de descobrirem que alguns de seus dados sobre produção industrial, investimento em ativos fixos, vendas no atacado e no varejo eram “seriamente imprecisos”.

Já as autoridades de Henan tomaram medidas disciplinares e organizacionais contra 38 funcionários por violações de dados, enquanto Guizhou deu penalidades semelhantes a 22 funcionários, segundo a província.

Mais Recentes da CNN