Cogna pretende captar até R$ 1,9 bi com IPO da Vasta, divisão de ensino básico

Maior grupo de educação do país definiu a faixa indicativa de preço da oferta pública inicial, prevista para o fim do mês

A Cogna dá mais um passo para abrir o capital da sua subsidiária Vesta na Nasdaq, em Nova York
A Cogna dá mais um passo para abrir o capital da sua subsidiária Vesta na Nasdaq, em Nova York foto-marcelo-favalli-cnn

Da Reuters

Ouvir notícia

A Cogna anunciou na manhã desta quinta-feira (23) os valores da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de sua subsidiária de educação básica Vasta na Nasdaq, que pode captar até US$ 373,8 milhões (cerca de R$ 1,9 bilhão). A faixa indicativa de preço ficou entre US$ 15,50 e US$ 17,50 por ação.

A operação contempla a distribuição de 18.575.492 ações classe A de emissão da Vasta. Adicionalmente, os coordenadores da oferta têm opção de compra de até 2.786.324 ações classe A adicionais.

A ideia é que a precificação ocorra em 31 de julho, afirmou uma fonte à Reuters.

Leia mais:
Cogna faz registro para IPO de sua subsidiária Vasta, nos EUA
A volta dos IPOs: O que observar antes de investir em ações de empresas novatas
Cogna tem prejuízo no primeiro trimestre com efeitos da Covid-19

A Vasta espera usar aproximadamente metade dos recursos líquidos da oferta para pagar parte da dívida devida à controladora (a Cogna), que em 31 de março alcançava R$ 1,6 bilhão, com vencimento em 15 de agosto de 2023.

A outra metade será utilizada para financiar a expansão por meio de aquisições ou investimentos em negócios complementares, entre outros.

No mesmo documento, a Cogna disse que a expectativa da administração para os resultados do primeiro semestre de 2020 da Vasta consideram receita líquida entre R$ 507,2 milhões e R$ 515,6 milhões e Ebitda entre R$ 103,2 milhões e R$ 111,5 milhões.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Tópicos

Mais Recentes da CNN