Colnago é nomeado Secretário Especial do Tesouro; Paulo Valle assume Tesouro

Colnago assume a nova função no lugar de Bruno Funchal

O ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago (10.set.2018)
O ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago (10.set.2018) Foto: Cesar Itiberê/PR

Luci Ribeiro, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (29) formaliza a nomeação do ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago como secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia e Paulo Valle como secretário do Tesouro Nacional da pasta.

Elogiado pelo chefe da Economia quando seu nome foi anunciado, na última sexta-feira (22), Colnago já estava na equipe do ministro Paulo Guedes, no comando da assessoria que cuida de assuntos institucionais e do relacionamento com o Congresso Nacional.

Paulo Valle é servidor de carreira do Tesouro, onde comandou por muito anos a área da dívida pública.

Colnago assume a nova função no lugar de Bruno Funchal. Valle substituirá Jeferson Bittencourt.

Os dois deixaram o governo na semana passada junto com os seus respectivos adjuntos, em mais uma debandada de técnicos do Ministério da Economia, desta vez motivada por discordâncias da decisão do governo de Jair Bolsonaro em flexibilizar o Teto de Gastos e, assim, acomodar os gastos com o futuro Auxílio Brasil e novas liberações de emendas parlamentares. As exonerações de Funchal e Jeferson também estão publicadas no Diário Oficial de hoje, assim como as dos adjuntos Gildenora Milhomem e Rafael Araujo.

O documento publica ainda a nomeação de Bruno Pio Travassos, para exercer o cargo de chefe da Assessoria Especial de Relações Institucionais do Ministério da Economia, cargo que era ocupado por Colnago, e de Julio Alexandre da Silva, como adjunto da Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento, agora chefiada por Colnago. O nome do adjunto do Tesouro Nacional não foi divulgado nesta edição do diário.

Mais Recentes da CNN