Com LVMH em alta, Arnault torna-se o homem mais rico do mundo, segundo a Forbes

O motivo dos ganhos é a ação da LVMH, que se valorizou 0,4% durante as primeiras horas da abertura da bolsa americana

Arnault deixou as big techs para trás em ranking da Forbes
Arnault deixou as big techs para trás em ranking da Forbes Foto: Chesnot/Getty Images

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Jeff Bezos, da Amazon, não é o homem mais rico do mundo — pelo menos não neste momento. Isso porque, segundo a revista americana Forbes, o dono do conglomerado de luxo LVMH (que inclui marcas como a Fenty Beauty, Louis Vuitton, Dior e Tiffany), Bernard Arnault, ultrapassou o fundador da Amazon, com US$ 300 milhões a mais que Bezos.

O motivo é a ação da LVMH, que se valorizou 0,4% durante as primeiras horas da abertura da bolsa americana, o que fez com que seu valor de mercado subisse para US$ 320 bilhões.

Há pouco mais de um mês, a companhia ultrapassou a Nestlé e a farmacêutica Roche em valor de mercado, tornando-se a companhia mais valiosa da Europa.

O aumento fez com que a fortuna de Arnault subisse em US$ 600 milhões, indo para R$ 186,3 bilhões. Bezos, o segundo mais rico, tem uma fortuna estimada de US$ 186 bilhões, e Elon Musk, da Tesla, de US$ 147,3 bilhões.

Nesta segunda-feira (24), Arnault deixou todos os fundadores de big techs para trás — como Bezos, Gates e Zuckerberg —, mostrando o poder e o crescimento do mercado de luxo em meio à pandemia da Covid-19, enquanto as ações das gigantes de tecnologia reduziram seu ritmo de crescimento.

Segundo a Bloomberg,que tem um ranking diferente, Bezos ainda é o homem mais rico do mundo (com uma fortuna de US$ 182 bilhões), mas perdeu US$ 2,28 bilhões, enquanto Arnault (com US$ 162 bilhões) ganhou US$ 311 milhões.

Por volta das 13h37 desta tarde, as ações da LVMH estavam sendo negociadas a € 637,50, em alta de 0,93%. 

Mais Recentes da CNN