Com queda nas vendas e prejuízo, fluxo no comércio é fraco após reabertura

Setor já teve um prejuízo de R$ 17 bilhões, o equivalente a 6% do faturamento esperado para 2020

Lojas reabriram no comércio popular em São Paulo
Lojas reabriram no comércio popular em São Paulo Foto: Carolina Abelin/ CNN

Carolina Abelin

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Um estudo da Fecomercio-SP (Federação do Comércio de São Paulo)  indicou que desde o início da pandemia até 9 de junho o setor já teve um prejuízo de R$ 17 bilhões, o equivalente a 6% do faturamento esperado para 2020.

Na capital, um balanço da Associação Comercial aponta que nas primeiras semanas de junho, a queda nas vendas, em comparação com o mesmo período no ano passado é de 69%.

O balanço aponta ainda que o consumidor empobreceu, baseado no comportamento de compras pós retomada: as vendas à vista recuaram mais de 80%.

Na região da 25 de Março, 5% dos estabelecimentos não retomaram as atividades, são lojas que quebraram durante a pandemia relata Eduardo Ansarah diretor da Univinco (União dos lojistas da 25 de Março e adjacências).

Ele diz ainda que o custo operacional para ficar aberto durante apenas 4 horas é muito grande com retorno muito pequeno e isso preocupa lojistas. Tem sido um dilema muito grande, porque as lojas estão com um fluxo muito fraco”, diz. 

Tópicos

Mais Recentes da CNN