Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Com rublo forte, Banco Central russo relaxa restrições no câmbio

    Teto para transferências em moedas estrangeiras passa de US$ 150 mil para US$ 1 milhão

    Após tombo nos primeiros dias da guerra na Ucrânia, o rublo se recuperou nos meses seguintes
    Após tombo nos primeiros dias da guerra na Ucrânia, o rublo se recuperou nos meses seguintes REUTERS/Alexey Malgavko

    André Marinho, do Estadão Conteúdo

    Ouvir notícia

    O Banco da Rússia ampliou o valor máximo em transferências em moedas estrangeiras que os cidadãos do país podem realizar, em um esforço para relaxar as restrições no câmbio que haviam sido impostas para limitar os efeitos das sanções internacionais contra Moscou.

    Em comunicado, a autoridade monetária informou que os residentes da Rússia poderão transferir até US$ 1 milhão ou um valor equivalente em outras divisas estrangeiras no mês para contas no exterior.

    Anteriormente, o teto era de US$ 150 mil.

    Após tombo nos primeiros dias da guerra na Ucrânia, o rublo se recuperou nos meses seguintes e chegou a atingir máxima em sete anos ante o dólar, apoiado por controles de capitais.

    Agora, o Kremlin já começa a expressar preocupação com a força da moeda. Na quarta-feira, o ministro das Finanças da Rússia, Anton Siluanov, informou que o governo pode usar o excedente em receitas com energia para intervir no câmbio.

    Mais Recentes da CNN