Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Comissão chinesa estuda intervir em preços do carvão em meio a altas

    Órgão pretende elaborar um mecanismo a fim de garantir a oferta de energia no país

    REUTERS/David Gray

    Estadão Conteúdo

    Gabriel Bueno da Costa, do Estadão Conteúdo

    Ouvir notícia

    A Comissão de Desenvolvimento e Reforma Nacional da China afirmou em comunicado nesta terça-feira (19) que a alta recente nos preços do carvão eleva custos e afeta de modo negativo a oferta de energia e para calefação no inverno local.

    O órgão diz que está em contato com empresas importantes do setor para elaborar um mecanismo a fim de garantir a oferta de energia e que estuda a implementação de “medidas de intervenção nos preços do carvão, de acordo com a lei”.

    A comissão afirma que os preços do carvão “têm se desviado completamente dos fundamentos da oferta e demanda”, mostrando ainda “uma irracional tendência de alta maior”.

    Com isso, ela diz que atuará para intervir e “promover a volta dos preços do carvão a uma faixa razoável”.

    Afirma também que atuará para reprimir “atividades ilegais” como a disseminação de informações falsas ou combinações de preços.

    A reunião com as empresas teve uma requisição para que elas melhorem suas posições em relação ao carvão e “tomem a iniciativa de garantir a oferta e a estabilidade de preço”, além de cumprir seus contratos de médio e longo prazo.

    Mais Recentes da CNN