Conexão Agro: Produção de café arábica deve ter queda de 35%

Ano termina como uma montanha russa para os produtores de café

Evandro Cinida CNN

Ouvir notícia

O ano termina como uma montanha russa para os produtores de café.

Por um lado, o agricultor que cultiva o café conilon deve colher a maior safra da série histórica, com uma produção próxima a 16,29 milhões de sacas de 60 kg. Esse resultado representa um aumento de quase 14% em comparação com 2020.

É o que mostram os dados do último balanço da Companhia Nacional de Abastecimento, que apontam, por outro lado, que as lavouras de café arábica devem ter queda de 35% na produção.

Segundo a Conab, isso acontece por causa da bienalidade negativa– ou seja, safra em que as plantas produzem menos– e principalmente por causa da seca e da geada que atingiram muitas das lavouras da variedade arábica nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

Nesse ritmo, o café para o consumidor deve atingir o valor mais alto nos últimos 25 anos em 2022.

Mais Recentes da CNN