Conexão Agro: Rebanho sofre com perda de peso no Rio Grande do Sul

Falta de água e calor afetam pasto para os animais, o que também reflete na produção da pecuária de corte

Tainá Falcãoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Os pecuaristas têm sentido os efeitos da severa estiagem que domina o Rio Grande do Sul. A falta de água e o calor acima do normal vêm afetando o pasto para os animais, o que também reflete na produção da pecuária de corte.

Muitos animais registram perda de peso, principalmente os mais jovens, por causa da qualidade nutricional do pasto. E com pouca chuva, até os potreiros com água para os animais beberem estão restritos.

Uma pesquisa do Instituto Desenvolve Pecuária sobre esse assunto aponta soluções para o problema.

“Precisamos de uma política de irrigação e de armazenagem de água permanente e estável e com uma discussão entre todos os setores ambientais e produtivos para que possamos agir sobre a estiagem sempre prevista”, disse João Gaspar de Almeida, presidente da Comissão de Relacionamentos Institucionais e Comerciais do Instituto.

Veja mais no vídeo acima

Mais Recentes da CNN