Confiança do comércio cai 0,9 ponto em abril, mostra FGV

Em médias móveis trimestrais, o indicador subiu 0,3 ponto

Em abril, houve piora na confiança em dois dos seis principais segmentos do comércio
Em abril, houve piora na confiança em dois dos seis principais segmentos do comércio Reuters

Daniela Amorim, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) caiu 0,9 ponto na passagem de março para abril, para 85,9 pontos, informou nesta quinta-feira (28) a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Em médias móveis trimestrais, o indicador subiu 0,3 ponto.

“Em abril, houve piora da confiança do comércio pelo segundo mês consecutivo, com uma composição muito parecida com a do mês anterior. Mais uma vez, o viés negativo do resultado foi puxado por uma nova queda significativa das expectativas em relação aos próximos meses”, avaliou Rodolpho Tobler, coordenador da Sondagem do Comércio no Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

“Por outro lado, a percepção do volume de vendas no mês corrente avançou, mas ainda é preciso considerar que essas altas recentes ainda não devolveram todas as perdas sofridas desde o final de 2021.”

Em abril, houve piora na confiança em dois dos seis principais segmentos do comércio.

O Índice de Situação Atual (ISA-COM) subiu 5,3 pontos, para 92,9 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE-COM) caiu 6,8 pontos, para 79,6 pontos.

“Para os próximos meses, o cenário ainda parece incerto, dado que as perspectivas dos empresários sobre vendas, tendência dos negócios e emprego são de queda, o ambiente macroeconômico complicado e a confiança dos consumidores estão oscilando em patamar baixo”, completou Tobler.

A Sondagem do Comércio de abril coletou informações de 760 empresas entre os dias 1º e 26 do mês.

Mais Recentes da CNN