Confiança do empresário cai 5,2 pontos em setembro, aponta CNI

Indicador regrediu para um nível próximo ao de maio, interrompendo sequência de quatro altas consecutivas

Queda em setembro mostra que o otimismo no setor se tornou menos intenso
Queda em setembro mostra que o otimismo no setor se tornou menos intenso Tânia Rêgo /Agência Brasil

Pedro Rafael Vilelada Agência Brasil

Ouvir notícia

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) caiu 5,2 pontos em setembro de 2021, para 58 pontos. O indicador é medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e foi divulgado nesta terça-feira (14).

O Icei havia registrado em agosto o maior índice do ano, chegando a 63,2 pontos. Porém, com a queda, regride para patamar próximo ao de maio. O resultado, segundo a CNI, interrompeu sequência de quatro altas consecutivas.

Como o Icei permanece acima da linha divisória de 50 pontos, indica que os empresários seguem confiantes. Abaixo dos 50 pontos, o índice significa falta de confiança. A queda em setembro mostra que o otimismo no setor se tornou menos intenso que em meses anteriores.

Para o levantamento, foram entrevistados 1.611 empresas, das quais 635 de pequeno porte, 608 de médio porte e 368 de grande porte, entre os dias 1 e 13 de setembro.

Mais Recentes da CNN