Congresso dos EUA aprova projeto de lei para evitar paralisação do governo

Clare ForanAli Zaslavda CNN*

Ouvir notícia

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (equivalente à Câmara dos Deputados no Brasil) aprovou na tarde desta quinta-feira (30) o projeto de lei provisório de financiamento – já  aprovado pelo Senado –  para evitar uma paralisação, estendendo a destinação de recursos ao governo até 3 de dezembro.

A decisão foi por 254 a 175 votos, com alguns republicanos votando a favor da medida.

O financiamento do governo foi definido antes de acabar o prazo, estabelecido para a meia-noite. O projeto agora segue para a mesa do presidente Joe Biden para ser sancionado.

Além de financiar o governo, o projeto provisório “fornecerá recursos para ajudar a processar e reassentar refugiados afegãos e, finalmente, fornecer ajuda em desastres críticos para americanos atingidos por tempestades e incêndios florestais neste verão”, disse o líder da maioria no Senado, Chuck Schumer.

A maioria no Senado dos Estados Unidos votou na noite de quinta-feira (30) para manter o governo funcionando plenamente no final desta semana, quando o novo ano fiscal começa.

O projeto de financiamento então voltou à Câmara dos Deputados para ser aprovado antes do prazo final de meia-noite, quando os fundos federais existentes expiram.

Histórico

O apoio democrata à agenda política do presidente Joe Biden mostrou novos sinais de fragmentação na quinta-feira, mesmo quando o Senado deu um passo para evitar uma paralisação parcial do governo federal, que seria negativo para o partido.

Em uma votação bipartidária de 65-35, o Senado concordou em continuar a financiar agências federais até 3 de dezembro.

Embora esse cenário pareça estar resolvido, o destino de uma conta de US$ 1 trilhão para revitalizar as estradas, pontes e outras infraestruturas do país segue muito menos certo. Agora, legisladores das dias continuam a negociar essa conta.

O líder da maioria na Câmara, Jim Clyburn, disse à CNN que não fez nenhuma crítica para ver a posição dos membros democratas no projeto de infraestrutura bipartidário, embora a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, tenha dito que sua intenção é votar o projeto esta noite.

Quando questionado pela CNN se os democratas têm votos para aprovar o projeto de infraestrutura bipartidário, Clyburn disse: “Ainda não contei”.

Quando questionado para confirmar se isso significava que ele não havia começado uma votação, Clyburn confirmou que não.

Sobre se ele acredita que a votação ainda será hoje à noite, Clyburn disse: “Não sei, o orador toma essa decisão.”

A CNN noticiou que, embora pareça haver pouco caminho para que o projeto seja aprovado hoje, Pelosi tem tentado ver se consegue incluir os progressistas. Os progressistas ameaçaram ter dezenas de membros prontos para votar “não”.

“Fechamento”

O chamado “fechamento do governo” (shutdown) ocorre quando há um bloqueio legislativo para repassar financiamentos ao governo para seu próximo ano fiscal ou para alguma medida temporária, o que deixa as atividades públicas sem verba para continuar operando. Mas se trata mais de uma manobra política do que uma questão econômica.

Na gestão de Barack Obama, por exemplo, o governo chegou a ficar paralisado por 17 dias em 2013. Donald Trump também passou pela mesma situação três dias em janeiro e 1 dia de fevereiro de 2018.

 

*Com Reuters

Mais Recentes da CNN