Consumidor ganha com compra da Hering pelo grupo Soma, afirma consultor

Vendas digitais da marca devem acelerar e amplia alcance do grupo, que atuava até então com marcas de grife

Produzido por Elis Franco,

da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

A compra da Hering pelo Grupo Soma (dono de grifes como Animale e Farm) por R$ 5,1 bilhões beneficiará o consumidor, avalia Alberto Serrentino, consultor e fundador da Varese Retail, em entrevista à CNN nesta segunda-feira (26).

“Certamente o consumidor ganha, porque o grupo Soma tem uma maturidade digital maior que a da Hering, o que deve acelerar sua digitalização. Isso beneficia o consumidor, porque há aprendizados de lado a lado que tornarão ambos os negócios mais relevantes para o cliente final”, analisa.

 

Com a aquisição, o grupo vai ampliar seu público alvo. “Essa incursão na Hering claramente muda o foco e o posicionamento do negócio, descendo para um mercado mais massificado, democratizando o alcance, pois chega em mercados menores com distribuição multimarcas.

Alberto Serrentino, consultor e fundador da Varese Retail (26.abr.2021)
Alberto Serrentino, consultor e fundador da Varese Retail (26.abr.2021)
Foto: Reprodução/CNN

 

A concorrência não será direta com lojas como Marisa e C&A, por exemplo, explica. Com a compra, nasce um novo conglomerado de moda que não vai disputar com grandes redes de departamento, mas que deve conseguir operar em múltiplos segmentos com cobertura nacional, segundo ele.

“O mercado brasileiro é grande, complexo, regionalizado, há espaço para convivência de grandes grupos nacionais, bons players regionais e operações emergentes”, diz Serrentino.

Mais Recentes da CNN