Criptomoedas são ativos especulativos que facilitam transações ‘obscuras’, diz BCE

Segunda a presidente do BCE, as moedas digitais podem ser uma alternativa mais barata, fácil de usar e com potencial de facilitar transações

Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, participa de coletiva de imprensa em Frankfurt, Alemanha
Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, participa de coletiva de imprensa em Frankfurt, Alemanha 12/03/2020REUTERS/Kai Pfaffenbach

Gabriel Caldeira, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

Criptomoedas são ativos altamente especulativos, e não moedas, como afirmam ser, de acordo com a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde.

Durante painel organizado pela Escola de Altos Estudos Comerciais de Paris e pela Liga Europeia para Cooperação Econômica nesta quinta-feira (16) a dirigente ainda disse crer que as criptomoedas facilitam transações de “natureza muito obscura”.

Ela também criticou esses ativos por, em alguns casos, necessitarem de “quantidades enormes de energia para serem produzidos”.

Moedas digitais emitidas por bancos centrais, por outro lado, “são completamente diferentes”, pois podem ser uma “alternativa mais barata, fácil de usar” e com potencial de “facilitar transações”, segundo Lagarde.

Elas não devem, porém, substituir o dinheiro comum ou promover “desintermediação financeira” na zona do euro, se um dia forem adotadas, completou.

Mais Recentes da CNN