CTC, de bioenergia, suspende planos de abrir capital por piora do mercado

A companhia do agronegócio havia pedido registro para IPO em outubro passado, afirmando que buscaria recursos para investir em novos projetos

Usina de bioenergia. 20/3/2014
Usina de bioenergia. 20/3/2014 Foto: REUTERS/Russell Cheyne

Aluísio Alves, da Reuters

Ouvir notícia

 

O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) informou nesta quarta-feira que pediu a interrupção formal do pedido de registro para oferta inicial de ações ordinárias, devido à piora do mercado.

“A companhia informa que a realização do IPO segue nos seus planos e informará ao mercado sobre quaisquer desenvolvimentos relacionados ao tema”, afirmou a CTC em nota.

 

A companhia do agronegócio havia pedido registro para IPO em outubro passado, afirmando que buscaria recursos para investir em projetos de sementes sintéticas, em seleção genômica e em novos negócios, incluindo bioinformática.

Mas com a deterioração do mercado acionário doméstico a partir de janeiro, a empresa que tem entre os sócios Copersucar, Raízen, São Martinho e o braço de participações do BNDES, BNDESPar, adiou o plano. Ainda anunciou em fevereiro uma retomada do processo, agora formalmente interrompido.

Assim como ela, mais de 20 empresas brasileiras desistiram ao menos por enquanto de seus planos de listagem na bolsa, devido à volatilidade persistente das ações na B3, com os investidores ariscos diante da pandemia da Covid-19 e de temores quanto ao quadro fiscal do país.

Mais Recentes da CNN