Custo para contratar no Brasil é alto independente da desoneração, diz deputado

Marco Bertaiolli disse à CNN que desoneração da folha de pagamento, a qual Bolsonaro quer prorrogar, "não é uma não tributação"

Produzido por Ludmila Candalda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN nesta sexta-feira (12), o deputado federal (PSD-SP), Marco Bertaiolli (PSD-SP), coordenador da Frente Parlamentar do Empreendedorismo, afirmou que o custo para se contratar no Brasil é muito alto independente da desoneração da folha de pagamento, a qual o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pretende prorrogar por mais dois anos.

“Hoje um trabalhador com carteira assinada tem um imposto agregado de 28,8% sobre o seu salário. É um percentual extremamente elevado para um país que precisa gerar empregos urgentemente”, disse Bertaiolli

“A desoneração não é uma não tributação. É uma mudança da base de cálculo do imposto previdenciário.”

A suspensão anunciada pelo chefe do Executivo valerá para empresas de 17 setores. “Isso tem a ver com manutenção de emprego”, disse Bolsonaro em um evento no Palácio do Planalto.

“Essa desoneração nunca ocorreu dentro do governo do presidente Bolsonaro. Ele nunca viu esse custo, porque ela vem desde 2011. Portanto não é um dinheiro novo que deixa de entrar”, afirmou Bertaiolli.

Mais Recentes da CNN