Dados de mais de 1 milhão de usuários do Clubhouse vazam, diz site especializado

Publicação de site americano afirma que nenhuma informação sensível — como números de cartão de crédito — estavam entre os itens vazados; rede social nega

Dados de usuários do Clubhouse teriam vazado; rede social nega
Dados de usuários do Clubhouse teriam vazado; rede social nega Foto: William Krause / Unsplash

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

Não é só o Facebook que sofre com o vazamento de dados. Neste domingo (11), segundo o site de notícias e pesquisas sobre segurança cibernética Cyber News, dados de mais de 1,3 milhão de usuários do Clubhouse vazaram online em uma base dados SQL com os IDs, nomes e nomes de usuários dos indivíduos, bem como os perfis no Twitter e no Instagram de cada um dos afetados pelo vazamento. 

Segundo o Cyber News, porém, nenhuma informação sensível — como números de cartão de crédito — estavam entre os itens vazados, mas que a “informação que caiu na rede poderia ser utilizada em tentativas de phishing para fazer com que os usuários abrissem mão de mais dados pessoais”. 

O Cyber News foi o mesmo site a anunciar pela primeira vez que dados coletados de cerca de 500 milhões de perfis de usuários do LinkedIn foram colocados à venda em um site popular entre os hackers. A informação foi confirmada pela rede de relações profissionais na quinta-feira (8).

O Clubhouse afirmou em seu perfil no Twitter que os dados não foram vazados, mas que “são todas as informações de perfil público de nosso aplicativo, que qualquer pessoa pode acessar por meio do app ou de nossa API”. 

O que fazer se seus dados foram vazados:

Se o usuário suspeita que seus dados estavam entre a base SQL encontrada pelo Cyber News ou em qualquer outro vazamento de redes sociais, é possível tomar algumas atitudes:

  • Preste atenção em mensagens ou pedidos de amizades de estranhos
  • Considere a utilização de um gerenciador para criar senhas mais fortes e guardá-las de forma mais segura
  • Permita a autenticação de dois fatores em todos os seus perfis e contas online
  • Tome cuidado com e-mails e mensagens de texto ou em aplicativos como o WhatsApp. Evite clicar em conteúdos suspeitos ou responder alguém que você não conhece. 

 

Tópicos

Mais Recentes da CNN