Déficit comercial dos EUA salta para máxima recorde em janeiro

Departamento do Comércio informou nesta terça-feira (8) que o déficit comercial saltou 9,4%, para uma máxima histórica de US$ 89,7 bilhões

Contêineres empilhados são mostrados enquanto navios descarregam cargas no Porto de Los Angeles, Califórnia, EUA, 22 de novembro de 2021. REUTERS/Mike Blake
Contêineres empilhados são mostrados enquanto navios descarregam cargas no Porto de Los Angeles, Califórnia, EUA, 22 de novembro de 2021. REUTERS/Mike Blake

da Reuters

Ouvir notícia

O déficit comercial dos Estados Unidos atingiu uma máxima recorde em janeiro, em meio ao aumento das importações, e o comércio deverá continuar sendo um peso sobre o crescimento econômico no primeiro trimestre.

O Departamento do Comércio informou nesta terça-feira (8) que o déficit comercial saltou 9,4%, para uma máxima histórica de US$ 89,7 bilhões em janeiro.

O dado de dezembro foi revisado para mostrar saldo negativo de US$ 82,0 bilhões, em vez do rombo de US$ 80,7 bilhões informado antes.

Economistas consultados pela Reuters projetava déficit de US$ 87,1 bilhões.

O comércio teve impacto negativo sobre o Produto Interno Bruto (PIB) por seis trimestres seguidos.

Mais Recentes da CNN