Dirigente do Fed diz estar inclinado a apoiar alta de 50 pontos-base nos juros

Com direito a voto nas decisões de política monetária neste ano, Bullard disse que gostaria de ver os juros acima de 3% no 2º semestre deste ano em maio

James Bullard: Presidente também afirmou que a venda de ativos não é algo iminente e essa questão pode ser decidida adiante
James Bullard: Presidente também afirmou que a venda de ativos não é algo iminente e essa questão pode ser decidida adiante 26/02/2015REUTERS/Lucas Jackson

Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

Presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de St. Louis, James Bullard afirmou que “se inclina” a apoiar uma alta de 50 pontos-base (pb) nos juros na reunião de maio.

Falando após evento, ele disse que o Fed precisa agir “inequivocamente” para elevar os juros.

Com direito a voto nas decisões de política monetária neste ano, Bullard disse que gostaria de ver os juros acima de 3% no segundo semestre deste ano nos EUA.

Para ele, há o risco agora de que a inflação não desacelere tão rápido quanto desejado.

Ele ainda considerou que os planos para a redução de balanço foram bem compreendidos pelo mercado e disse que “em geral concorda” com os limites previstos para esse processo, apontados na terça-feira (5) na ata.

Também afirmou que a venda de ativos não é algo iminente e essa questão pode ser decidida adiante.

Mais Recentes da CNN