Dogecoin cai, Terra sobe: veja as criptomoedas que mais valorizaram em julho

Se, no primeiro semestre, uma das criptomoedas mais valorizadas foi a Dogecoin (DOGE), a segunda metade do ano pode inverter o jogo

Foto: Thought Catalog/Unsplash

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

O ranking das criptomoedas que tiveram os piores e os melhores desempenhos têm mudado bastante ao longo dos meses.

Se, no primeiro semestre, a criptomoeda com a maior valorização foi a Polygon (MATIC), com alta de 6.394,44%, seguida pela Dogecoin (DOGE), que valorizou 4.980%, a segunda metade do ano pode inverter o jogo.

Isso porque a Dogecoin teve um dos piores desempenhos entre as moedas, segundo um levantamento da gestora de criptoativos QR Asset Management.

Enquanto isso, a Terra (LUNA) teve a melhor performance, com valorização de 63,66% ao mês. Em junho, a Terra era a terceira criptomoeda com maior variação positiva. 

Entre as moedas com os piores desempenhos no mês passado, estão a Shiba Inu, a Dogecoin e a Dfinity, que caíram 29,21%, 18,19% e 15,99%, respectivamente. 

 

 

Mais Recentes da CNN