Dona da Timberland e da Vans comprará Supreme por US$ 2,1 bilhões

O negócio, que deve ser concluído no final do ano fiscal de 2020, deve contribuir com pelo menos US$ 500 milhões em receita

 
  Foto: REUTERS/Max Rossi

Aishwarya Venugopal,

da Reuters

Ouvir notícia

A VF Corp, proprietária da marca de calçados Vans, disse nesta segunda-feira (9) que pagará US$ 2,1 bilhões para comprar a empresa de moda Supreme.

A VF Corp, que também possui marcas como The North Face e Timberland, disse que fará um pagamento adicional de até US$ 300 milhões, sujeito ao cumprimento de metas após a conclusão do negócio.

As ações da VF Corp disparavam cerca de 18% nesta segunda-feira.

Leia também:
GPA entra no segmento de cuidados pessoais com nova marca própria
Boticário cria aceleradora de startups para ‘reinventar’ indústria da beleza

Conhecida por seu logotipo vermelho com o nome “Supreme” escrito em branco, a marca ganhou seguidores dentro da cultura ‘hypebeast’, ou fãs do estilo streetwear, com seus lançamentos de produtos esgotando em poucos minutos e pessoas esperando em filas fora das lojas por horas.

A Supreme, que colaborou com muitos proeminentes nomes do setor, incluindo Louis Vuitton, Nike, Levi e Vans, obtém mais de 60% de sua receita de vendas online.

O negócio, que deve ser concluído no final do ano fiscal de 2020, deve contribuir com pelo menos US$ 500 milhões em receita e lucro ajustado por ação de US$ 0,20 no ano fiscal de 2022.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN