E-commerce tem crescimento de 32% no 2º trimestre, diz Grupo Pão de Açúcar

O volume bruto de mercadorias (GMV, na sigla em inglês) das operações online do GPA Brasil marcou R$ 428 milhões no trimestre

Foto: GPA/Divulgação

Talita Nascimento, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

 

O e-commerce alimentar do GPA, tanto no estoque próprio quanto no marketplace, registrou crescimento de 32% no segundo trimestre de 2021 ante igual período de 2020. Segundo a companhia, as vendas representam 8,2% da venda total do segmento de alimentos do GPA Brasil, com picos de 20% de representatividade no Pão de Açúcar.

O volume bruto de mercadorias (GMV, na sigla em inglês) das operações online do GPA Brasil marcou R$ 428 milhões no trimestre. O grupo destaca que esse é um nível superior o GMV do último trimestre de 2020, que teve efeitos sazonais como Natal e Black Friday.

 

“Seguimos também apresentando ganhos consecutivos de market share ao longo de 2021, atingindo 76% de share no autosserviço (1P – Ebit Nielsen) no trimestre. Com isto, o crescimento do e-business continua contribuindo positivamente para a rentabilidade da Companhia, se mantendo em patamares bastante satisfatórios”, afirma a administração no documento de balanço.

No Marketplace (3P), a companhia diz ter triplicado o número de lojistas virtuais em relação ao primeiro trimestre de 2021, com o dobro de ofertas disponíveis na plataforma.

“Continuamos acelerados em nosso processo de onboarding para potencializar ainda mais a quantidade de SKUs (produtos) disponíveis, seguimos mantendo nossos indicadores de nível de serviço em patamares satisfatórios e estamos ampliando os testes para o serviço de fulfillment (logística) para os sellers (vendedores) da plataforma.

Além disso, iniciamos nossa atuação no Marketplace Out através de uma parceria com o Mercado Livre”, diz a companhia. As categorias de entrega no mesmo dia da compra e de até uma hora somaram 74% do total de vendas online.

“Ao longo do segundo trimestre, fizemos significativos avanços na modalidade de entrega rápida, que já representa 33% do total de vendas online no período. Esse sólido desempenho é impulsionado pelas novas parcerias iniciadas no 1T21.

Ampliamos nossa rede com a inclusão de iFood e B2W/Americanas, em adição a Rappi e Cornershop que já operavam conosco desde o trimestre passado”, diz o documento.

Mais Recentes da CNN