É preciso acompanhar situação da declaração do IR após entrega, diz especialista

À CNN Rádio, Richard Domingos ainda afirmou que o ideal é separar todos os documentos e, em alguns casos, esperar o prazo para entregar

“Dou uma dica: ao entregar a declaração do IR, o ideal é continuar consultando ao aplicativo da Receita Federal, o processamento da declaração”, afirmou diretor executivo da Confirp Contabilidade
“Dou uma dica: ao entregar a declaração do IR, o ideal é continuar consultando ao aplicativo da Receita Federal, o processamento da declaração”, afirmou diretor executivo da Confirp Contabilidade Marcelo Camargo/Agência Brasil

Amanda GarciaBel Camposda CNN

Ouvir notícia

Entregar a declaração do Imposto de Renda não significa que acabou a tarefa do contribuinte, segundo o diretor executivo da Confirp Contabilidade, Richard Domingos, em entrevista à CNN Rádio.

“Dou uma dica: ao entregar a declaração do IR, o ideal é continuar consultando ao aplicativo da Receita Federal, o processamento da declaração”, afirmou. Ele ainda deixou claro que a “malha fina não é o fim do mundo”.

“Se constatar inconsistência, o contribuinte pode explicar o motivo e fazer a retificação sem nenhum tipo de penalidade para corrigir a emissão de lançamento ou um feito incorretamente.”

De acordo com Richard, “a grande resistência do brasileiro em entregar a declaração é juntar documentos e informações, é o pior problema, fazer a declaração é muito fácil.”“Uma vez que tenha os documentos, busque as informações, a dica é para quem não fez a declaração é fazer um checklist da documentação e deixe ela pronta”, completou.

Ele ainda foi além: “Com a taxa de juros nas alturas, pode ser vantagem nos últimos dias, caso tenha quantia a restituir, para receber um pouco mais.”

O prazo para a entrega do IR desde ano é o dia 29 de abril.

Mais Recentes da CNN