‘Efeito Tesla’ faz volumes de negócios em criptomoedas saltarem 17% em fevereiro

Dados foram divulgados pela empresa de pesquisa de mercado CryptoCompare

Moedas com símbolo do bitcoin, um dos criptoativos mais conhecidos
Moedas com símbolo do bitcoin, um dos criptoativos mais conhecidos Foto: Dmitry Demidko/Unsplash

Tom Wilson, da Reuters

Ouvir notícia

 

Os volumes de negócios com criptomoedas subiram 17% em fevereiro, após o anúncio da Tesla sobre investimento de 1,5 bilhão de dólares em bitcoins, segundo dados divulgados nesta sexta-feira.

Os volumes saltaram para 2,7 trilhões de dólares no mês passado, com os negócios nas principais bolsas de criptomoedas disparando mais de 35%, para 2,4 trilhões, segundo dados da empresa de pesquisa de mercado CryptoCompare. Bolsas menores viram os volumes subirem em 36%, para 381 bilhões de dólares.

 

Em 23 de fevereiro, os volumes de negócios atingiram recorde histórico a 159,9 bilhões de dólares, quando a bitcoin despencou 10%.

O bitcoin bateu recorde em fevereiro, alcançando cotação de 58.354 dólares e valor de mercado de 1 trilhão de dólares. Desde então, a moeda digital acumula queda de cerca de 20%, sendo negociada no último pregão no patamar de 47 mil dólares.

A bolsa Binance registrou o maior volume de negócios em fevereiro, de 761 bilhões de dólares, alta 66% em relação a janeiro, segundo os dados da CryptoCompare. Em seguida, aparecem a Huobi e a OKEx, ambas populares entre investidores na Ásia e que viram aumentos respectivos de 12% e 26% nos volumes de negócios.

Mais Recentes da CNN