“Elevação do IOF aumenta o custo do crédito”, diz economista

O sócio da Casa Investidor Michael Viriato disse à CNN o financiamento do Auxílio Brasil com o aumento do IOF é "perverso" para a economia

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

 

Em entrevista à CNN, o economista e sócio da Casa Investidor Michael Viriato afirmou que a elevação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) acaba por aumentar também o custo do crédito. O decreto foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na quinta-feira (16).

“O crédito vai ser um elemento, principalmente, para dois agentes que não queremos afetar”, explicou Viriato.

“Aqueles que querem investir, e por isso vão elevar a economia, e aqueles que estão muito apertados, e precisam de um recurso agora como uma ponte de capital de giro.”

A ideia do governo federal é que a elevação do IOF ajude a viabilizar a reformulação do Bolsa Família, que passará a ser chamado de Auxílio Brasil. De acordo com cálculos da equipe econômica, a alteração deve render aos cofres públicos R$ 2,14 bilhões.

“Ninguém é contra você dar ou reajustar um auxílio nesse momento bastante difícil para toda a sociedade”, disse o economista.

“O que não se pode fazer é que esse auxílio seja financiado com algo que é muito perverso para toda a economia.”

Segundo Viriato, “um aumento de imposto deveria ser feito para investimento”. “O que deveria ser feito agora é reduzir despesas”, conclui.

Mais Recentes da CNN