Elon Musk vende outros US$ 931 milhões em ações da Tesla

Vendas de ações fazem parte de um plano que Musk estabeleceu há dois meses

O bilionário dona da Tesla Elon Musk está colocando em prática seu plano de vender parte de suas ações da empresa
O bilionário dona da Tesla Elon Musk está colocando em prática seu plano de vender parte de suas ações da empresa JPG

Chris Isidoredo CNN Business*

Ouvir notícia

Elon Musk, CEO da Tesla, vendeu mais US$ 931 milhões de ações de sua empresa na segunda-feira (15), elevando suas vendas totais de ações durante os últimos seis dias de negociação para US$ 7,8 bilhões. O bilionário vendeu algumas ações ao longo desses dias.

As vendas de ações da Tesla fazem parte de um plano que ele estabeleceu há dois meses para exercer um bloco ainda maior de opções de ações antes que elas expirem em agosto próximo.

Os membros da empresa, como os CEOs, podem estabelecer um plano de venda de ações para que as vendas ocorram automaticamente sem serem afetados por informações não públicas que possam ter sobre a empresa.

As vendas seguem uma pesquisa no Twitter que ele realizou em 6 e 7 de novembro, na qual ele perguntou aos seguidores se ele deveria vender 10% de sua participação na empresa para aumentar sua renda tributável.

Mas as vendas na segunda-feira foram impulsionadas mais pela necessidade de exercer as opções de ações que ele detém antes de expirarem em agosto próximo, juntamente com a exigência de que ele pague impostos sobre essas ações uma vez que o faça.

Os registros que ele fez junto à SEC – Securities and Exchange Commission (e equivalente à CVM no Brasil) na segunda-feira disseram que as últimas vendas foram feitas “exclusivamente para satisfazer as obrigações de retenção de imposto relacionadas ao exercício de opções de compra de ações para a compra de 2.107.672 ações, conforme informado aqui.”

E disse que estava exercendo as opções de compra de ações, que devem expirar em agosto de 2022 a fim de ter uma “venda ordenada de ações relacionadas com o exercício das opções” antes que elas expirem.

O exercício das opções na segunda-feira e as vendas subsequentes foram quase idênticos às transações que ele concluiu na segunda-feira da semana passada.

Em 8 de novembro, Musk exerceu 2,2 milhões de opções e vendeu 934.000 ações por US$ 1,1 bilhão. Na segunda-feira, ele exerceu 2,1 milhões de opções e novamente vendeu 934.000 ações.

A diferença no dinheiro que ele recebeu pelas vendas foi devido à queda no preço das ações da Tesla (TSLA) ao longo da última semana. O número de vendas que ele fez é um dos fatores que empurraram o preço das ações para baixo.

O valor líquido das ações no momento do exercício das opções será tratado como lucro tributável, tributado a uma taxa federal de tomada de 40,8%.

Ele poderia acabar com uma conta de impostos federais próxima de US$ 10 bilhões uma vez que ele exerça todas essas opções em breve para expirar, dependendo do valor das ações no momento em que as ações forem compradas.

As outras vendas que ele concluiu entre a segunda-feira (8) e esta segunda-feira (15) vieram das ações da Tesla que ele já detinha diretamente. Musk detinha a maioria dessas ações desde a oferta pública inicial de ações da Tesla em 2010. Essas vendas serão tributadas apenas como um ganho de capital a longo prazo a uma taxa de 20% de imposto.

As vendas de ações ainda refletem menos de 5% de suas ações da Tesla (TSLA). Isso, e o fato de que ele ainda possui opções de compra de 18,6 milhões de ações adicionais, todas com vencimento previsto para agosto próximo, significa que as vendas adicionais de ações são praticamente certas.

*Texto traduzido. Clique aqui para ler o original. 

Mais Recentes da CNN