Empreendedorismo promove empoderamento de negros

Estimativa é que o país tenha 14 milhões de empreendedores negros

Matheus Meirellesda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Um movimento chamado “Black Money”, que apoia ideias da população negra no âmbito da economia, vem ganhando cada vez mais espaço. A ação acontece em um país com uma estimativa de 14 milhões de empreendedores negros.

Segundo a fundadora da Feira Preta e CEO da Pretahub, Adriana Barbosa, o termo se refere à circulação de dinheiro entre os negros. À CNN, a empreendedora afirmou se tratar de um “ato político”.

Um dos empresários que promove a movimentação da economia nesse sentido é Fernando Cândido, proprietário da Rap Burger. O cardápio da hamburgueria leva nomes de estrelas do rap e do hip hop.

“Sempre que eu ia sair tinha dificuldade de encontrar um local que me sentisse à vontade”, disse Cândido, que é negro. “E essa dor não era só minha, era de parte da população brasileira também”, completou explicando como veio a inspiração para fundar o local, que tem o objetivo fazer a população negra se sentir à vontade.

Outro exemplo de empreendedorismo negro é o da criadora da Ayo Moda Infantil Wanessa Yano, que percebeu que faltavam opções de roupas para que as crianças negras pudessem se inspirar na cultura e na vestimenta de pais e mães.

“Só sigo um processo natural”, disse Wanessa à reportagem.

 

Mais Recentes da CNN