Empresas precisam de ação coordenada, não de briga, diz presidente da Mercedes

Em entrevista a Raquel Landim, no CNN Líderes, Philipp Schiemer diz que país precisa se preparar desde já para o período pós-pandemia de coronavírus

 
  Foto: Divulgação

Raquel Landimda CNN

CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O embate entre o presidente Jair Bolsonaro e governadores de diversos estados sobre a manutenção da quarentena durante a pandemia do novo coronavírus, incluindo boa parte do mercado, foi um dos assuntos da entrevista do presidente da Mercedes Benz Brasil, Philipp Schiemer, a Raquel Landim no CNN Líderes. 

Para o empresário, o embate entre os governantes é “normal”, mas não pode se transformar numa briga. “Prefeitos e governadores estão tomando medidas para proteger suas regiões. Por outro lado, o Brasil não pode parar. Os caminhoneiros são heróis esquecidos. Precisamos que esses caminhões continuem a rodar para trazer alimentos, materiais de higiene, gás para as pessoas”, disse.

Na opinião de Schiemer, todos precisam ter “calma e caminhos para resolver isso”. “Não podemos entrar
em brigas. País e empresas precisam de ações coordenadas”, completa o empresário, segundo o qual o país tem que começar a planejar já como vai reabrir a economia após o período de quarentena. 

Veja a íntegra da entrevista:

Mais Recentes da CNN