EUA geram 943 mil vagas de emprego em julho, e taxa de desemprego recua

Expectativa era que o país criasse 900 mil novos postos de trabalho

Gabriel Bueno da Costa,

do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A economia dos Estados Unidos gerou 943 mil vagas em julho, informou nesta sexta-feira (6) o Departamento do Trabalho. A mediana dos analistas consultados pelo Projeções Broadcast era de 900 mil postos. Além disso, a taxa de desemprego recuou de 5,9% no mês anterior a 5,4% em julho, ante previsão de 5,7%.

O número de pessoas desempregadas no país recuou a 8,7 milhões, “consideravelmente” mais baixo do que no fim da recessão de fevereiro-abril de 2020, diz o Departamento do Trabalho em seu relatório.

Por outro lado, o quadro segue bem acima dos níveis anteriores à pandemia da Covid-19, ou 5,7 milhões de pessoas ante fevereiro de 2020, diz a nota. A taxa de participação da força do trabalho teve “pouca mudança” e ficou em 61,7% em julho, ainda oscilando na faixa entre 61,4% e 61,7% desde junho de 2020, destaca o texto.

O relatório também aponta revisões para cima na geração de vagas em meses anteriores. Em maio, ela foi de 583 mil para 614 mil vagas geradas e, em junho, de 850 mil para 938 mil.

O salário médio por hora teve alta de 0,36% em julho em relação a junho, ante previsão de avanço de 0,30% dos analistas. Na comparação anual, o salário subiu 3,98% no mês passado, ante previsão de 3,80%.

Fila de vagas de emprego nos EUA
Taxa de desemprego dos EUA recuou para 5.4%
Foto: Octavio Jones/Getty Images

Mais Recentes da CNN