Bolsas dos EUA estendem liquidação por preocupações sobre Ucrânia

O índice S&P 500 fechou em queda de 1,84%, a 4.225,50 pontos. O Dow Jones caiu 1,38%, a 33.131,76 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 2,57%, a 13.037,49 pontos

Placa de Wall Street em Nova York, EUA
Placa de Wall Street em Nova York, EUA 09/03/2020REUTERS/Carlo Allegri

Devik Jainda Reuters

Ouvir notícia

 

Os principais índices de Wall Street fecharam em expressiva baixa nesta quarta-feira (23) e estenderam recentes quedas, depois de a Ucrânia declarar estado de emergência e o Departamento de Estado norte-americano dizer que uma invasão russa à ex-república soviética continua potencialmente iminente.

O índice S&P 500 fechou em queda de 1,84%, a 4.225,50 pontos. O Dow Jones caiu 1,38%, a 33.131,76 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 2,57%, a 13.037,49 pontos.

O Departamento de Estado acrescentou que Washington não viu nenhum sinal de recuo por parte da Rússia, enquanto a Casa Branca disse que o presidente dos EUA, Joe Biden, não tem intenção de enviar tropas norte-americanas para lutar na Ucrânia.

Mais cedo, o Ocidente divulgou mais sanções contra a Rússia por sua entrada no leste ucraniano. Moscou começou a retirar funcionários de sua embaixada em Kiev. [nL1N2UY1V9]

O índice de tecnologia Nasdaq liderou a queda diária ao recuar mais de 2%, enquanto o setor de tecnologia da informação no S&P 500 perdeu 2,6%, maior pressão negativa sobre o S&P 500.

O índice Dow Jones esteve a um passo de confirmar entrada em território de correção nesta quarta-feira, enquanto o S&P 500 oficialmente nele está desde a sessão anterior, quando terminou em queda de mais de 10% em relação ao recorde de fechamento de 3 de janeiro.

Uma correção é confirmada quando um índice encerra 10% ou mais abaixo de seu nível recorde de fechamento.

O Nasdaq cai mais de 16% até agora neste ano.

 

Mais Recentes da CNN