Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsas dos EUA caem após país proibir importações de petróleo russo

    Índice S&P 500 fechou em queda de 0,72%, a 4.170,70 pontos. O Dow Jones caiu 0,56%, a 32.632,64 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 0,28%, a 12.795,55 pontos

    Placa de Wall Street em frente ao prédio da Bolsa de Nova York, EUA
    Placa de Wall Street em frente ao prédio da Bolsa de Nova York, EUA 26/10/2020REUTERS/Mike Segar

    Sabahatjahan Contractorda Reuters

    Ouvir notícia

    As principais ações dos Estados Unidos fecharam em baixa em um pregão instável nesta terça-feira, enquanto investidores avaliavam o rápido desenrolar em torno da crise na Ucrânia, após os EUA banirem o petróleo russo e outras importações de energia por causa da invasão.

    As perdas aceleraram no final do pregão de vaivém desta terça-feira, um dia após quedas acentuadas que fizeram o índice de tecnologia Nasdaq confirmar que estava em um mercado de baixa. O índice S&P 500 caiu pela quarta sessão consecutiva.

    O presidente norte-americano, Joe Biden, anunciou a proibição das importações e destacou que houve forte apoio bipartidário à medida, a qual, reconheceu, elevará os preços da energia nos EUA. Já o Reino Unido afirmou que eliminará gradualmente a importação de petróleo e derivados russos até o final de 2022.

    O índice S&P 500 fechou em queda de 0,72%, a 4.170,70 pontos. O Dow Jones caiu 0,56%, a 32.632,64 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 0,28%, a 12.795,55 pontos.

    Os setores defensivos foram os que mais recuaram. O setor de bens de consumo básico teve queda de 2,6%, o de saúde caiu 2,1% e de serviços públicos, 1,6%.

    O setor de energia, destaque neste ano, continuou em alta e avançou 1,4%.

     

    Mais Recentes da CNN