Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem a 547 mil, nova mínima em 13 meses

Já o número de pedidos continuados teve queda de 34 mil na semana encerrada em 10 de abril, a 3,674 milhões

Fila de emprego em loja da Target em São Francisco, nos Estados Unidos
Fila de emprego em loja da Target em São Francisco, nos Estados Unidos Foto: Robert Galbraith/Reuters

Eduardo Gayer, da Agência Estado

Ouvir notícia

O número de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos caiu 39 mil na semana encerrada em 17 de abril, a 547 mil, segundo dados com ajustes sazonais publicados nesta quinta-feira (22), pelo Departamento do Trabalho do país.

Trata-se do menor nível do indicador desde 14 de março de 2020. A leitura contrariou projeções de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam alta a 603 mil solicitações. O total de pedidos da semana anterior foi revisado para cima, de 576 mil a 586 mil.

Já o número de pedidos continuados teve queda de 34 mil na semana encerrada em 10 de abril, a 3,674 milhões. Esse indicador é divulgado com uma semana de atraso.

Mais Recentes da CNN