Federações da indústria propõem medidas contra crise energética

Firjan e Fiemg divulgaram uma nota com 14 medidas para enfrentar a crise

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) divulgaram uma nota com 14 medidas para enfrentar a crise energética.

Em entrevista à CNN nesta terça-feira (22), o presidente em exercício da Firjan, Luiz Césio Caetano, afirmou que a nota é uma contribuição e que tem como propósito ajudar a indústria, que é uma grande consumidora de energia elétrica, a economizar. Mas, lembrou ele, alguns itens podem ser aplicados pelo consumidor comum.

Para a indústria conseguir atravessar esse período, Caetano explicou que é preciso adotar medidas de curto prazo, como utilizar todos os recursos possíveis para ganhar eficiência.

“É nesse sentido que a Firjan e a Fiemg fizeram propostas para avançar na geração da energia elétrica através da utilização da cogeração e da geração local industrial”, disse o presidente da Firjan.

“Além disso, também foi solicitado à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) a redução voluntária da demanda para um megawatt. Hoje, está autorizada a redução de cinco megawatts. Estamos solicitando essa redução porque há indústrias menores que podem contribuir para esse programa de ganho de energia.”

Mais Recentes da CNN