Feriado prolongado aumenta a expectativa para a retomada econômica do turismo

Cidades brasileiras já registram mais de 70% de ocupação hoteleira para os próximos dias

Camille Coutoda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Com taxas de ocupação hoteleira acima de 70%, o feriado do dia da Independência (7 de setembro) promete movimentar o setor de turismo, um dos mais afetados pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Com avanço da vacinação no país, os turistas estão se sentindo mais seguros para voltar a viajar, apesar do aumento no número de casos de covid provocados pela variante Delta.

De acordo com levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Nacional (ABIH) os destinos mais procurados pelos viajantes, com a taxa de ocupação em alta, são: Espírito Santo (90%), Santa Catarina (89,60%), Alagoas (80%), Pernambuco (75%), São Paulo (75%) e Rio de Janeiro (81%).

Em São Paulo, os hotéis mais procurados são os do litoral com a taxa de ocupação em 90% e do interior com 80%. Já no Rio de Janeiro, mais uma vez, a Região Serrana desponta com mais até 93% das suítes reservadas para o feriado prolongado.

Entretanto, as cidades do litoral também registram bons índices. Entre as que apresentam a maior procura estão Angra dos Reis e Paraty, ambas na Costa Verde.

Os resultados são considerados animadores e o presidente Abih-RJ, Paulo Michel, destaca que o avanço do calendário de vacinação até este feriado trará bons números para a hotelaria.

“Atribuímos este incremento na demanda também ao trabalho de promoção que vem sendo realizado com foco nos municípios do interior”. Concluiu

Neste mês de setembro, a cidade do Rio, lançou a campanha “O Rio não para, para você não parar de se encantar”, que promete a cada mês uma novidade, a começar pelo desconto especial nas diárias de hospedagem no período de 08 a 30 de setembro para os hóspedes que apresentarem comprovante de vacinação contra a Covid-19 com pelo menos a primeira dose já aplicada.

A proposta visa alavancar o setor hoteleiro, além de incentivar as pessoas a se vacinarem. Atrações turísticas como o Bondinho Pão de Açúcar, Rio Star, Grupo Cataratas, Rio Line e Campo Olímpico de Golfe participam da iniciativa com promoções.

O crescimento da circulação de turistas também é percebido através dos dados apresentados pelo Galeão, principal aeroporto do Rio, que espera receber 78 mil passageiros, cerca de 67% mais pessoas do que o mesmo período no ano anterior. Serão mais de 550 voos internacionais e nacionais.

Contudo, os turistas devem ficar atentos aos protocolos de segurança, devido a circulação da variante Delta em alta, no estado do Rio. De acordo com dados da secretaria estadual de saúde, a cepa originária da Índia está presente em 89,18% das amostras sequenciadas.

Cidades da região dos lagos como Búzios e Arraial do Cabo seguem com reforço das barreiras sanitárias. Na região serrana, Petrópolis ainda mantém o toque de recolher nas vias públicas e fechamento de restaurantes até 01h.

Na capital fluminense, o Hotel Nacional, em São Conrado, optou por manter 75% na taxa de reservas de acomodações.

“Temos ainda muita procura, mas devido aos protocolos de segurança, não vamos receber mais do que 75% dos clientes. Estamos com avisos em todas as áreas falando sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os espaços do hotel. No buffet do café temos os totens de álcool gel, e as luvinhas descartáveis que também são obrigatórias.” ressalta a Karla Màsétti, gerente geral do Hotel Nacional.

Mais Recentes da CNN