Focus: economistas passam a ver contração menor que 6% para o PIB de 2020

Essa foi a terceira vez seguida em que a pesquisa mostrou melhora da estimativa

DF - BANCO/CENTRAL - ECONOMIA - Movimentação de pessoas em edifício sede do Banco Central em Brasília na manhã desta segunda-feira (16). É esperada nova reunião no banco em seguida às decisões do FED de cortar os juros americanos no domingo. 16/03/2020 -
DF - BANCO/CENTRAL - ECONOMIA - Movimentação de pessoas em edifício sede do Banco Central em Brasília na manhã desta segunda-feira (16). É esperada nova reunião no banco em seguida às decisões do FED de cortar os juros americanos no domingo. 16/03/2020 - Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Da Reuters

Ouvir notícia

O mercado voltou a ajustar a expectativa de contração da economia brasileira neste ano, esperando agora queda de menos de 6% do PIB, de acordo com a pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central nesta segunda-feira (20).

Os economistas passaram a ver retração do Produto Interno Bruto (PIB) de 5,95% este ano, contra recuo de 6,10% estimado na semana passada. Essa foi a terceira vez seguida em que a pesquisa mostrou melhora da estimativa.

O resultado reflete uma contração também menor esperada para a indústria este ano, de 7,86% contra queda de 9% prevista para a produção antes.

Leia também:
JPMorgan diz estar ‘cético’ quanto à reforma tributária
Ao FT, governo promete que próximos 18 meses entrarão para história por reformas

Para 2021, os especialistas consultados continuam vendo um crescimento do PIB de 3,50%, com a indústria apresentando avanço de 4%.

O levantamento semanal mostrou ainda que a inflação permanece estimada em 1,72% este ano e 3,0% no próximo. O centro da meta oficial de 2020 é de 4% e, de 2021, de 3,75%, ambos com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Para a taxa básica de juros também não houve mudanças, e a Selic segue sendo calculada a 2,0% ao fim de 2020 e a 3,0% em 2021.

O Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, elevou ligeiramente a conta para a Selic este ano a 2,0%, de 1,88% na mediana das projeções antes. Para 2021, permanece em 2,38%.

Mais Recentes da CNN