Fornecedora da Apple tem queda no lucro e alerta para escassez de materiais

Apesar da queda no lucro, a receita do período subiu 15%, puxada por crescimento nas vendas de smartphones e outros produtos eletrônicos de consumo

A fabricante chinesa Foxconn (03.mar.2020)
A fabricante chinesa Foxconn (03.mar.2020) Foto: David Chang/EPA-EFE/Shutterstock

Yimou Lee, da Reuters

Ouvir notícia

A Foxconn, fornecedora da Apple, divulgou nesta terça-feira (30) queda no lucro do quarto trimestre após ser impactada por efeitos da pandemia. A companhia alertou para a “escassez de materiais” gerada por oferta limitada de chips.

A companhia taiuanesa, maior fabricante de produtos eletrônicos do mundo em regime de terceirização, teve lucro líquido de US$ 45,97 bilhões de Taiwan (US$ 1,61 bilhão) de outubro a dezembro, queda de 4% em relação a um ano antes. Analistas, em média, esperavam resultado positivo de US$ 50,89 bilhões de Taiwan, segundo dados da Refinitiv.

Apesar da queda no lucro, a receita do período subiu 15%, puxada por crescimento nas vendas de smartphones e outros produtos eletrônicos de consumo.

O presidente do conselho de administração da Foxconn, Liu Young-way, afirmou que a companhia está acompanhando de perto a falta de materiais na cadeia de suprimentos e que isso poderia afetar menos de 10% das encomendas dos clientes.

“A pandemia e a escassez de materiais podem impactar nossa performance adiante. É por isso que estamos sendo cautelosos”, disse o executivo. Ele acrescentou que espera que o problema de falta de componentes possa durar até o próximo ano.

Mais Recentes da CNN