Fundador do TikTok deixa presidência e conselho da empresa matriz ByteDance

Zhang Yiming deve assumir cargo voltado a estratégias de "longo prazo" na gigante chinesa

Zhang Yiming, CEO da ByteDance
Zhang Yiming, CEO da ByteDance Foto: Visual China Group/Getty Images

Michelle Tohdo CNN Business

em Hong Kong

Ouvir notícia

O co-fundador da ByteDance, Zhang Yiming, demitiu-se do cargo de presidente da empresa e deixou seu conselho, de acordo com uma pessoa próxima ao assunto.

Com isso, Zhang, um dos empresários mais bem-sucedidos da China, deixa o conselho de administração da empresa matriz do TikTok e será sucedido por Rubo Liang, atual CEO da ByteDance, disse a fonte.

A notícia não é uma surpresa completa. No início deste ano, Zhang havia anunciado que iria deixar o cargo de CEO da empresa, citando o desejo de se afastar da administração diária. Liang, seu colega co-fundador da ByteDance, que na época era chefe de recursos humanos, começou a fazer a transição para o cargo.

Mas Zhang havia indicado que deixaria seu cargo somente “no final de 2021”, sem fazer referência a planos para também deixar a diretoria.

A ByteDance recusou-se a comentar sobre o caso.

De acordo com a pessoa próxima ao assunto, Zhang permanecerá na empresa em algum cargo, mas irá se concentrar mais na estratégia de longo prazo. Os detalhes ainda não estão claros sobre seu qual será exatamente o seu novo papel, acrescentou a fonte.

A mudança vem no momento em que a ByteDance trabalha para reestruturar suas operações de forma mais ampla.

Na terça-feira, a empresa com sede em Pequim anunciou aos funcionários que criaria seis unidades de negócios, incluindo a TikTok, sua plataforma irmã, Douyin, uma linha de produtos educacionais, uma subsidiária de jogos, e duas divisões de serviços empresariais.

Em um memorando, Liang também disse aos funcionários que o diretor financeiro (CFO) Shouzi Chew se afastaria de seu papel atual para dedicar seu tempo exclusivamente ao TikTok. Chew ingressou na empresa no início deste ano e foi nomeado CEO do TikTok em abril.

A partida de Zhang se acrescenta a uma contínua remodelação de liderança das empresas chinesas de tecnologia nos últimos meses.

Na semana passada, Kuaishou, o pequeno aplicativo chinês de compartilhamento de vídeo que é conhecido como uma alternativa popular ao TikTok e Douyin, anunciou que o co-fundador Su Hua havia renunciado ao cargo de CEO, mas que permanecia como presidente do conselho.

O co-fundador junto a Su, Cheng Yixiao, foi nomeado diretor-executivo.

Em setembro, o gigante do comércio eletrônico JD.com (JD) também informou que o bilionário CEO Richard Liu mudaria parte de seu foco para a estratégia de longo prazo, enquanto a empresa assumia um novo presidente para ajudar a administrar seus assuntos diários.

E o fundador da Pinduoduo (PDD), Colin Huang, disse em março que renunciaria ao cargo de presidente da empresa de comércio eletrônico por ele criada, que compete com empresas como a Alibaba (BABA). Huang já havia deixado seu cargo de CEO no verão passado.

*Com contribuição de Lauren Lau

**Esta matéria foi traduzida. Leia a original, em inglês

Mais Recentes da CNN