Governo avança com privatizações, mas ainda falta convencer investidores

Neste episódio, ouça o cálculo de analistas sobre a chance de privatização da Eletrobras

André Jankavski,

do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia
Eletrobras
Prédio da Eletrobras: avanço da privatização ainda não tem a confiança dos investidores
Foto: Divulgação

A agenda de Jair Bolsonaro foi agitada nesta quarta-feira (24). O dia já estava próximo do fim quando o presidente atravessou mais uma vez a Praça dos Três Poderes com um documento em mãos, rumo ao Congresso.

Desta vez ele entregou o Projeto de Lei que abre espaço para a privatização dos Correios, em mais um sinal ao mercado financeiro depois da confusão envolvendo a Petrobras. Mas apesar das sinalizações, os investidores ainda não estão completamente convencidos: analistas ouvidos pelo CNN Business dizem que a chance de privatização da Eletrobras ainda não passa de 50%.

Neste episódio, ouça o cálculo de analistas sobre a chance de privatização da Eletrobras. Especialistas também calcularam o quanto a estatal de energia passaria a valer caso fosse privatizada. Seguindo conselhos, Bolsonaro também entregou ao Congresso ontem (24) o Projeto de Lei para desestatização dos Correios. 

Ouça também sobre os resultados da Petrobras no quarto trimestre e de 2020 como um todo, além das incertezas que rondam o Conselho Administrativo da estatal. Apesar da fuga dos Investimentos Direto no País (IDP) em janeiro, algumas empresas continuam atraindo capital: a fintech Recarga Pay fez sua terceira rodada de investimentos e a Mercedes-Benz divulgou que investirá R$ 2,4 bilhões no Brasil até 2022.

Na agenda desta quinta-feira (25), as atenções continuam voltadas à Petrobras e às investidas liberais do governo. A Fundação Getúlio Vargas também divulga o  Índice Geral de Preços – Mercado. A temporada de balanço das empresas também continua a todo vapor. 

Mais Recentes da CNN