Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo Central registra déficit de R$ 39,3 bilhões em maio

    Resultado primário do Governo Central inclui as contas do Tesouro Nacional, do Banco Central e da Previdência Social, excluídas as despesas com juros

    Anna Russida CNN

    em Brasília

    Ouvir notícia

    As contas do Governo Central registraram déficit primário de R$ 39,356 bilhões em maio deste ano. Esse é o pior resultado das contas públicas desde maio de 2020. O valor também é 68,1% maior que o saldo negativo em R$ 20,957 bilhões registrado no mesmo mês do ano passado.

    Os dados foram divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) nesta quarta-feira (29). O déficit primário indica que as receitas do governo não foram suficientes para pagar as despesas públicas do período.

    O resultado primário do Governo Central inclui as contas do Tesouro Nacional, do Banco Central e da Previdência Social, excluídas as despesas com juros. Em maio, o Tesouro Nacional registrou superávit de R$ 7,564 bilhões, enquanto o Banco Central apresentou superávit de R$ 32 milhões. Sozinha, a Previdência Social foi responsável por um déficit de R$ 46,953 bilhões no mês.

    Acumulado do ano tem superávit de R$ 39,2 bilhões

    Já o resultado acumulado do ano apresentou um superávit de R$ 39,213 bilhões, com alta real de 79% em relação aos cinco primeiros meses de 2021. Foi o maior superávit para o período desde 2012.

    Em 2021, o Governo Central registrou o primeiro superávit após oito anos no vermelho, com resultado positivo em R$ 35,1 bilhões.

    Atualmente, a projeção oficial da equipe econômica é de rombo fiscal de R$ 66,9 bilhões nas contas públicas em 2022. O número é menor que o déficit de R$ 170,5 bilhões permitido pela meta fiscal prevista no Orçamento deste ano.

    Mais Recentes da CNN