Governo estuda auxílio emergencial até dezembro

A ideia é que o valor seja menor do que os atuais R$ 600, além de restringir o número de beneficiários

Renata Agostinida CNN

Ouvir notícia

A equipe econômica estuda manter o auxílio emergencial até dezembro caso o Renda Brasil, programa que irá substituir o Bolsa Família, não fique pronto até setembro.

Segundo um auxiliar do ministro da Economia, Paulo Guedes, a ideia é que o valor seja menor do que os atuais R$ 600.

Leia também:

Auxílio emergencial permanente iria ‘arrebentar com a economia’, diz Bolsonaro

Caixa libera FGTS emergencial de até R$ 1.045 para nascidos em junho

Governo prepara pacote social na segunda fase da reforma tributária

O plano em análise também envolveria restringir o número de beneficiários.

De acordo com um integrante da equipe econômica, a intenção é propor um auxílio que já se aproxime do Renda Brasil.

 

Mais Recentes da CNN