Governo fala em congelar aposentadorias por dois anos para pagar Renda Brasil

Quem defendeu a proposta foi o Secretário Especial de Fazenda do ministério da Economia, Waldery Rodrigues

Capa do podcast Abertura de Mercado
Capa do podcast Abertura de Mercado Foto: CNN Brasil

Fernando Nakagawada CNN

Ouvir notícia

A equipe econômica quer que o valor da aposentadoria e de outros benefícios do INSS sejam desvinculados do salário mínimo. Na prática, aposentados não receberiam aumento mesmo se o salário mínimo subisse para os trabalhadores ativos, ou seja, o valor ficaria congelado.

No episódio de hoje:

– Pesquisa Datafolha mostra que brasileiros já voltaram a fazer alguma das atividades que foram suspensas no período mais crítico da pandemia;
– O levantamento mostra que 80% dos entrevistados fizeram compras em lojas de rua ou shopping, ou visitas a parques, praças, restaurantes, bares ou salões de beleza nos 15 dias anteriores à pesquisa contratada pelo C6 Bank;
– 47% dos ouvidos visitaram o comércio de rua, enquanto os shoppings foram visitados por apenas 14%;
– A segunda atividade mais frequente é a visita ao cabeleireiro, que foi citada por 24% dos entrevistados;
– 21% estiveram em restaurante ou bar e 16% estiveram em parques ou praças;
– Isso ocorre principalmente entre os brasileiros mais ricos, das classes A e B. 54% dos entrevistados relataram compras ou visita ao comércio de rua;
– A equipe econômica quer que o valor pago de aposentadoria e em outros benefícios do INSS seja desvinculado do salário mínimo;
– Quem defende a proposta é o secretário especial de fazenda do ministério da Economia, Waldery Rodrigues;
– Desvincular quer dizer que aposentados que atualmente ganham um salário mínimo não receberiam aumento mesmo se esse salário mínimo subisse para os trabalhadores;
– Rodrigues argumenta que esse congelamento das aposentadorias seria temporário, por dois anos, mas já seria suficiente para pagar o Renda Brasil;
– Se essa regra valesse atualmente, o governo economizaria R$ 17 bilhões em 2021 e R$ 41 bilhões em 2022;
– O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, voltou a falar ontem que a ideia da equipe econômica de recriação de um imposto nos moldes da antiga CPMF vai encontrar muita dificuldades em passar no Congresso Nacional;
– Ele explicou: “pelo menos este ano, em que estou na presidência da Câmara, eu não espero esse imposto regressivo, cumulativo e que não é bom para o cidadão e que tributa mais os mais simples em detrimento da elite brasileira”;
– Em um debate da Confederação Nacional de Municípios, o presidente da Câmara defendeu que, ao invés do novo imposto, o governo deveria trabalhar pelo avanço da reforma tributária e do pacto federativo para a reorganização do Estado brasileiro;
– O PIX, o novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, vai permitir saques em dinheiro no comércio a partir do segundo trimestre de 2021;
– Com isso, quem tiver um cadastro no PIX poderá sacar o dinheiro em lojas sem precisar ir a um caixa eletrônico;
– O novo sistema vai permitir transferências imediatas e gratuitas entre pessoas e empresas 24 horas por dia em qualquer dia da semana;
– A promessa é que o dinheiro chegará em até 10 segundos;
– BTG Pactual lançou o um banco de varejo digital, o BTG+, que terá serviços como conta corrente, cartão de crédito e transferências bancárias a partir de janeiro do ano que vem;
– Até agora, o banco operava apenas no segmento de investimentos;
– Com isso, cresce a concorrência no mercado que já tem nomes populares, como Nubank, Inter, Original e Agibank, além de iniciativas de bancos tradicionais, como o Next, do Bradesco;
– Esse modelo que já tinha grande popularidade ganhou ainda mais clientes durante a pandemia, quando o isolamento social aumentou a demanda por serviços digitais;
– O Nubank, por exemplo, passou de 5 milhões para os atuais 30 milhões de clientes em 18 meses;
– A Yduqs, que é dona da Estácio e do Ibmec, anunciou que avalia ter condições de apresentar uma proposta concorrente para comprar a Laureate Brasil;
– Foi citado em fato relevante o “forte potencial estratégico e de geração de valor”;
– Pelo contrato assinado pela Ser, os norte-americanos têm até o dia 13 de outubro para receber eventual outra proposta pela compra da empresa no Brasil;
– Se outra oferta idêntica for colocada na mesa, o grupo Ser tem preferência em fechar o negócio;
– Caso a dona da Anhembi Morumbi for vendida para outra empresa, o grupo receberá uma multa de R$ 180 milhões que deverá ser paga pelo grupo Laureate;
– A companhia aérea norte-americana Delta Airlines decidiu transformar o programa de milhas Skymiles em uma empresa separada;
– Fora da empresa aérea, a subsidiária de milhas será usada como garantia em um empréstimo de US$ 6,5 bilhões;
– Em junho, a concorrente United Airlines tomou decisão idêntica de oferecer milhas como garantia em um empréstimo bancário bilionário;
– No Brasil, Gol e Tam – o antigo nome da Latam – também decidiram usar as milhas para fazer dinheiro;
– As aéreas desmembraram o Smiles e o Multiplus em empresa separadas e venderam ações na bolsa para fazer caixa; 
– Houve um momento, inclusive, que os programas de milhas passaram a ser maiores – em valor de mercado – do que as próprias empresas aéreas.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN