Greenpeace acusa JBS de não excluir desmatadores da sua cadeia de produção

De acordo com a ONG, a JBS e outros frigoríficos se comprometeram em 2009 a zerar o desmatamento de sua cadeia de suprimentos em até dois anos

JBS: o acordo não recomenda monitoramento, restituição ou período condicional, e prevê que a Divisão Antitruste não apresentará acusações adicionais contra a Pilgrim's sobre este tema
JBS: o acordo não recomenda monitoramento, restituição ou período condicional, e prevê que a Divisão Antitruste não apresentará acusações adicionais contra a Pilgrim's sobre este tema Foto: Diego Vara/Reuters

Do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A organização não governamental Greenpeace Internacional divulgou na quarta-feira (5) relatório que aponta impactos da indústria de carne no meio ambiente e critica a brasileira JBS por quebra de compromisso com a exclusão de desmatadores em sua cadeia de produção.

A publicação faz parte de campanha do Greenpeace Reino Unido contra a rede de supermercados Tesco, exigindo que a empresa pare de comercializar produtos de companhias acusadas de envolvimento na destruição da Amazônia e do cerrado. O relatório diz que a JBS, maior empresa de proteína animal do mundo, possui um “atraso inaceitável” em honrar a promessa de não contribuir mais para o desmatamento.

Leia também:
Apesar de proibição, Greenpeace flagra queimadas em floresta do Mato Grosso
Salles considera alterar metas de desmatamento ilegal na Amazônia
Investidores pedem esclarecimentos sobre questão ambiental, diz Tarcísio

De acordo com a ONG, a JBS e outros frigoríficos se comprometeram em 2009 a zerar o desmatamento de sua cadeia de suprimentos em até dois anos, o que incluía não ter nenhum fornecedor, direto ou indireto, que trabalhasse em áreas desmatadas da Amazônia. As empresas também prometeram não contribuir com invasões de terras indígenas e áreas protegidas.

Em nota, a JBS reafirmou seu compromisso com o fim do desmatamento em toda a sua cadeia de suprimentos. A empresa diz que tem “ liderado o setor em medidas para aprimorar a rastreabilidade da cadeia de suprimentos” e trabalhado “em colaboração com órgãos governamentais nacionais e regionais para desenvolver soluções envolvendo as melhores práticas”.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

Mais Recentes da CNN