Há mais aperto monetário por vir, diz economista-chefe do BC da Inglaterra

Alta da inflação no Reino Unido é o maior desafio que o comitê de política monetária do BoE teve de enfrentar no último quarto de século, disse Huw Pill

Comitê prevê que a inflação britânica chegará a dois dígitos no quarto trimestre do ano
Comitê prevê que a inflação britânica chegará a dois dígitos no quarto trimestre do ano Toby Melville/Reuters (16.dez.2021)

Sergio Caldas, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O economista-chefe do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Huw Pill, disse nesta sexta-feira (20) que ainda há mais aperto monetário a ser implementado pela instituição.

Em discurso durante evento organizado pelo ACCA Cymru Wales, Pill afirmou que a alta da inflação no Reino Unido é o maior desafio que o comitê de política monetária do BoE teve de enfrentar no último quarto de século.

Segundo ele, o comitê prevê que a inflação britânica chegará a dois dígitos no quarto trimestre do ano. A meta de inflação do BoE é de 2%.

Pill previu que a inflação continuará elevada durante boa parte do próximo ano, o que torna “óbvio” o potencial de efeitos secundários nos salários domésticos e no estabelecimento de preços.

O economista-chefe disse também que o BoE ainda não tomou uma decisão sobre começar a vender Gilts, como são conhecidos os bônus do governo britânico.

Mais Recentes da CNN