Hidrelétricas do Sudeste terminarão março com 66,1% da capacidade, prevê ONS

Níveis dos lagos das hidrelétricas no principal submercado do país vêm subindo com as chuvas intensas

Barragem hidrelétrica de Furnas em São José da Barra
Barragem hidrelétrica de Furnas em São José da Barra 02/02/2022REUTERS/Washington Alves

da Reuters

Ouvir notícia

Os reservatórios das usinas hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste devem encerrar o mês de março com 66,1% da capacidade, estimou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) nesta sexta-feira (25).

Isso representaria um crescimento de quase 10 pontos percentuais no armazenamento registrado nesta sexta-feira, de 57,1%, na região onde estão os maiores lagos de hidrelétricas do país.

Os níveis dos lagos das hidrelétricas no principal submercado do país vêm subindo com as chuvas intensas.

Com a tendência de recuperação, na última quinta-feira o governo brasileiro decidiu reduzir o teto para o acionamento de térmicas mais caras.

O ONS também projetou que as hidrelétricas da região receberão chuvas equivalentes a 79% da média histórica em março.

No Sul, onde a situação continua mais adversa, as chuvas devem atingir 37% da média histórica no mês.

Já para o Nordeste e Norte, a expectativa é de que as precipitações superem a média (124% e 114%, respectivamente).

O órgão estimou ainda um aumento de 0,5% na carga de energia elétrica no Brasil em março.

 

 

Mais Recentes da CNN