Honda anuncia investimento de quase US$ 40 bi para frota de veículos elétricos

Fabricante japonesa espera lançar 30 modelos de EVs até 2030

Empresa também planeja aumentar a produção para mais de 2 milhões de EVs anualmente
Empresa também planeja aumentar a produção para mais de 2 milhões de EVs anualmente DAVID MCNEW/AFP/Getty Images

Michelle Tohdo CNN Business

em Hong Kong

Ouvir notícia

A Honda está se juntando à enxurrada de montadoras globais que gastam dezenas de bilhões de dólares para se tornarem elétricas.

A empresa japonesa anunciou nesta terça-feira (12) que investiria aproximadamente 5 trilhões de ienes (US$ 39,8 bilhões) para eletrificar sua linha na próxima década, incluindo software e pesquisa e desenvolvimento.

O objetivo é lançar 30 novos modelos de veículos elétricos, incluindo dois SUVs e um mini carro, até 2030. A fabricante também planeja aumentar a produção para mais de 2 milhões de EVs anualmente.

A Honda está prestando atenção especial ao desenvolvimento das chamadas “baterias de estado sólido”, uma fonte de energia que se destina a ser mais leve e mais rápida para recarregar e oferecer mais alcance de viagem do que as baterias de íons de lítio tradicionalmente usadas para carros elétricos de potência.

Até agora, a empresa investiu 43 bilhões de ienes (US$ 343 milhões) no desenvolvimento de sua própria linha de baterias de estado sólido, que espera lançar no mercado “na segunda metade” desta década.

Enquanto isso, ainda depende de baterias de lítio, que atualmente recebe de parceiros externos.

Na América do Norte, a Honda concordou em adquirir baterias da General Motors, embora a empresa japonesa tenha dito nesta terça que não descartou a ideia de formar uma joint venture para produzir essa tecnologia com outro parceiro.

Na China, a empresa japonesa tem um acordo de baterias com a CATL, líder de mercado e fornecedora da Tesla.

A Honda está se juntando à corrida EV mais tarde do que muitos de seus rivais globais, que anunciaram investimentos multibilionários semelhantes nos últimos dois anos. Ao contrário de alguns, também continua a apostar fortemente nos híbridos como tecnologia de transição.

A Volkswagen e a Toyota investiram cada uma pelo menos US$ 35 bilhões em veículos elétricos. A Hyundai prometeu a mesma quantia para preparar sua linha para o futuro, que inclui investimentos em veículos elétricos e autônomos.

As ações da Honda pouco mudaram nesta terça-feira em Tóquio, mas caíram 1,8% no índice Nikkei 225.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN